Bolsonaro diz que preço do botijão de gás vai cair pela metade “se Deus quiser”

spot_img
Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o preço do gás de cozinha poderá cair pela metade “se Deus quiser”. Ele voltou a defender a redução de impostos vinculados ao produto como saída para a queda nos valores.

Com a venda direta, ele vai cair a metade do preço. Não justifica na origem custar R$ 50 e na ponta da linha custar R$ 130. Esse preço vai cair pela metade, pode ter certeza, se Deus quiser – disse Bolsonaro.

A afirmação foi feita durante visita a Boa Vista, em Roraima, na quarta-feira (29). A agenda fez parte da comemoração de mil dias do governo Bolsonaro.

Em discurso, o presidente celebrou ainda a decisão do governador de Roraima, Antônio Denarium (PP), de reduzir o valor do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) no estado. Aliado de primeira hora do presidente, Denarium aproveitou o ato para sancionar uma lei estadual que reduz a alíquota do tributo sobre o gás de cozinha de 17% para 12%.

– No início do ano, zerei os impostos federais no gás de cozinha, a mesma coisa vem fazendo o nosso governador Wilson Lima do Amazonas. O preço do gás onde é engarrafado no botijão de 13 kg está na casa dos R$ 50. Não justifica na ponta da linha estar custando em média R$ 130 – disse Bolsonaro.

Apenas em 2021, no Brasil, o preço médio do botijão de 13 quilos subiu 30%. No ano, a Petrobras aumentou seu preço de refinaria em 38%, acompanhando a recuperação do petróleo e a desvalorização cambial.

O cenário vem levando famílias de baixa renda a optar por lenha ou carvão para cozinhar, o que gerou no Congresso um esforço para aprovar um subsídio para a compra do combustível.

spot_img

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Relacionadas

spot_img

Siga nossa redes

22,942FãsCurtir
3,122SeguidoresSeguir
19,100InscritosInscrever

Últimas Notícias