“Não é cargo que prende o PDT”, diz Félix Mendonça Jr sobre saída do partido da base de Rui Costa

spot_img

O presidente do PDT na Bahia, Féliz Mendonça Jr. participou do BNews Agora, da Piatã FM, na noite desta terça-feira (7). Além de comentar as declarações dadas por ele mais cedo sobre a participação dos deputados Samuel Júnior e Alex Santana em atos pró-Bolsonaro, Mendonça Jr. falou da sua relação com o governador Rui Costa.

De acordo com o pedetista, eles não tem tido nenhuma conversa desde as eleições municipais, em novembro de 2020. “Na época da eleição municipal ele [Rui Costa] queria que eu saísse candidato a prefeito, chegou a me provocar sobre isso me perguntando e eu disse que tinha perdido meu pai e eu mesmo estava de Covid, e eu disse pra ele que nem que a eleição fosse pra deputado que eu sairia, porque não tinha ânimo nenhum, eleição tem que se fazer com ânimo no mínimo pra eleição ser uma coisa alegre. Ai ele disse que se nós apoiássemos o candidato Bruno Reis que a gente iria sair do governo, iria perder os cargos, mas não é cargo que prende o PDT ao governo, se fosse isso a gente ia ter que ficar refém como muitos partidos ficam”, disse.

Ainda durante a entrevista, Félix Mendonça Jr. disse que voltaria a apoiar Bruno Reis, e que Ana Paula Matos, vice-prefeita, tem feito um bom trabalho. “Nós apoiamos, voltaríamos a apoiar de novo o Bruno Reis. Colocamos Ana Paula como vice-prefeita e estamos muito satisfeitos com isso, acho que ela é muito capaz, tem ajudado muito o partido e desejo ao Bruno Reis que faça um excelente governo e no que puder ajudar a gente vai ajudar, nós não somo partidos fisiológicos, nós temos uma linha”, completou.

spot_img

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Relacionadas

spot_img

Siga nossa redes

22,942FãsCurtir
3,121SeguidoresSeguir
19,100InscritosInscrever

Últimas Notícias