No Domingão do Faustão, Ivete diz que “Brasil é racista e homofóbico”

spot_img
spot_img

A cantora Ivete Sangalo foi homenageada na noite do domingo (27), no programa “Domingão do Fausão”, da TV Globo, com o Trófeu Mário Lago. Bastante emocionada, a baiana fez um discurso sobre a desigualdade no Brasil.

“Somos [os brasileiros] conhecidos pela nossa alegria e simpatia, e agradeço por isso, mas também há de ter um reconhecimento das nossas falhas como sociedade. O nosso país é o que mais mata homossexuais no mundo. O Brasil é um país racista, homofóbico, de feminicídio e de ataques às minorias que na verdade não são minoria”, afirmou.

No discurso, Ivete também falou sobre os casos em que pessoas são mortas por balas perdida ou por homofobia. “Agradeço muito pelo fato de ser uma pessoa famosa, mas sou mãe. O meu filho pode correr na rua sem camisa. Para mim, seria terrível não deixar meu filho andar na rua porque poderia ser alvejado por uma bala… Ou um filho meu ser homossexual e não poder ser feliz. Me perguntam muitas vezes o que eu vou ensinar para minhas filhas sobre esse mundo machista. Não ensino às minhas filhas, ensino ao meu filho que ele tem que entender o seu próprio poder, mas que também precisa respeitar o poder de existência do outro, de quem quer que seja”, disse.

Emocionada, ela também agradeceu o apoio do apresentador Fausto Silva em sua carreira. “Eu não imaginava um dia estar aqui, mas fico muito emocionada porque a nossa história se confunde, né, Fausto? Eu conheci meu ídolo da televisão, uma pessoa a quem quero o bem, e você me mostrou que estava aqui com um propósito, o de fazer a diferença na vida das pessoas. Eu fui uma dessas pessoas”, respondeu, com a voz embargada.

Fonte: Varela Notícias

 

spot_img

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Relacionadas

spot_img

Siga nossa redes

22,942FãsCurtir
3,429SeguidoresSeguir
20,000InscritosInscrever
spot_img

Últimas Notícias