O auxílio deve acabar em dezembro, diz Guedes

spot_img
 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reforçou na segunda-feira (23) que o auxílio emergencial, também conhecido por coronavoucher, deve ser encerrado até o fim de 2020. “Do ponto de vista do governo, não existe a prorrogação”, declarou Guedes ao ser questionado sobre a possibilidade de manter o coronavoucher para o próximo ano, em evento promovido pela Empiricus e pela Vitreo.

Além disso, segundo o ministro, o governo saberá reagir à uma segunda onda de covid-19. “Estamos preparados para enfrentar evidencias empíricas”, disse. “Estamos preparados para reagir, mas não adianta criar fatos que não existem.”

De acordo com Guedes, a economia está se recuperando e a pandemia está cedendo. Diante disso, o governo acredita que o benefício deve ser encerrado em 31 de dezembro.

O economista ainda defendeu o auxílio, ressaltando que no pior momento da crise, o coronavoucher ajudou na recuperação da economia. Em três meses a economia afundou, e voltou também em três meses, o que chamou de recuperação em “V”.

Fonte: Suno Notícias

spot_img

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Relacionadas

spot_img

Siga nossa redes

22,942FãsCurtir
3,121SeguidoresSeguir
19,100InscritosInscrever

Últimas Notícias