Investigador da Polícia Civil, Paulo Portela morre em Salvador

spot_img
spot_img
spot_img
📷 reprodução

O investigador da Polícia Civil Paulo Roberto da Cruz Portela, de 67 anos, morreu na noite de sexta-feira (2), em Salvador. Ele foi vítima de complicações renais. O policial estava lotado na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) e trabalhou na instituição por 44 anos.

Paulo Portela foi nomeado para o cargo de motorista, em 1978, e passou a trabalhar nesta função na Delegacia de Jogos e Costumes. Dois anos depois, se tornou agente de polícia, na mesma delegacia.

Ele passou pela unidade especializada COP, e diversas delegacias de Salvador, e chefe do setor de Investigação (SI) da delegacia do bairro do Rio Vermelho, onde ficou por 13 anos. Ele se tornou uma espécie de porta-voz da unidade policial e se tornou ainda mais conhecido na cidade.

A Polícia Civil da Bahia divulgou nota de pesar e a Delegada-Geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito, lamentou a morte do policial e disse que Portela era uma figura histórica da instituição.

O sindicato dos Policiais Civis também divulgou nota onde diz que Portela “era considerado um dos mais experientes investigadores do quadro com diversos crimes elucidados sob seu comando e sendo uma referência entre os colegas”.

O policial foi enterrado no final da manhã deste sábado, no Cemitério Bosque da Paz.

G1

spot_img
spot_img

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Relacionadas

spot_img
spot_img

Siga nossa redes

22,942FãsCurtir
3,912SeguidoresSeguir
21,800InscritosInscrever

Últimas Notícias